Revista de História da Biblioteca Nacional destaca cachaça de Salinas

Por Roberto Carlos Morais Santiago
A Revista de História da Biblioteca Nacional (edição nº. 55, abril 2010) traz interessante reportagem sobre o Museu da Cachaça de Salinas com inauguração prevista para o segundo semestre de 2010.
Segundo a reportagem (clique na imagem para ver a reportagem na íntegra) a “cachaça de Salinas é uma das principais bases econômicas do município, e em breve será também combustível para o desenvolvimento turístico, socioeconômico e cultural da região“. O museu está sendo construído com recurso da ordem de 5 milhões de reais do governo mineiro (Secretaria de Estado de Cultura) em parceria com a Prefeitura de Salinas.
Acredita-se que o museu consolidará definitivamente a cadeia produtiva do agronegócio da cachaça de Salinas, bem como a otimização do turismo. Atualmente, o município é responsável por cerca de um terço de ICMS recolhido ao erário mineiro pelos produtores de Salinas. São mais de 50 marcas, algumas de renome nacional e internacional. A produção anual atinge mais de 4 milhões de litros.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s